Categorias
Artigos

O que me torna cristão

Não foi o presidente eleito que causou essa onda de ódio, ele só tornou aceitável ser partidário disso. Nesse Natal, a leitora vai ouvir argumentos de que “tem de matar mesmo” enquanto come aquele peru ou aquele bacalhau. É melhor jair se acostumando.

Mas também é melhor não perder a esperança. VOCÊ pode ser o diferente da família, e espalhar essa paz no mundo. Pode tratar bem quem lhe trata mal. Pode oferecer ajuda ao bêbado na rua. Pode sair da roda quando começarem a fofoca contra aquele colega de trabalho. Pode ficar calada quando começar a gritaria.

O que me torna cristão, afinal, é que eu acredito no AMOR, e Ele vai vencer o medo. Ele perdoou a tudo e a todos. prometeu a um ladrão que este ia entrar no céu junto com Ele, e quem sou seu para fazer diferente?

E hoje lembramos que Ele veio para o nosso mundo, alegrar-se conosco e sofrer conosco.

Feliz Natal!

Por Fábio Fortkamp

Pai do João Pedro, Marido da Maria Elisa, Professor do Departamento de Engenharia Mecânica da Universidade do Estado de Santa Catarina, católico devoto, nerd

2 respostas em “O que me torna cristão”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.