Categorias
Resumo do mês

Resumo de Fevereiro 2022: Mostrando meu trabalho

O quanto ando lendo Austin Kleon? Tanto que minha esposa disse que eu deveria fazer um detox na Quaresma que se inicia nessa semana?

O meu mês de fevereiro de 2022 pode ser resumido pela combinação do livro de Kleon Mostre seu trabalho (que até já resenhei) com O caminho do artista de Julia Cameron. Este foi o mês eu que eu me empenhei em tratar melhor o meu trabalho de professor e pesquisador como uma arte como qualquer outra, exigindo a técnica de transformar conceitos complexos em processáveis por quem não tem muita experiência.

Este também é um ano de concursos para professor, ano de ler e escrever, e por isso eu lancei dois projetos nesse mês:

  1. Tornar público o meu Zettelkasten, o meu conjunto de notas variadas que vou tomando enquanto escrevo
  2. O meu novo site acadêmico, que vai comportar textos com muita matemática e programação, mostrando exemplos de aulas e de pesquisas – coisas que acho que não cabem aqui.

Ambos os projetos acima estão em inglês e são bastante técnicos. Este blog FabioFortkamp.com vai continuar sendo atualizado, em português, com textos mais reflexivos, sobre a natureza do trabalho acadêmico, meus aprendizados, minhas ferramentas. Desde o final de janeiro, por exemplo, tenho falado sobre apps que tenho usado para estudar, como Todoist e iA Writer.

Lembrando que tudo é um experimento. O caminho do artista me ensinou a arriscar mais, explorar mais. Eu agora tenho 3 sites, pode parecer excessivo – mas era o que eu queria fazer nesse momento, então eu fiz. Eu já gasto bastante dinheiro com obrigações, com o super-abusado clichês dos boletos, então por que não posso investir um pouco em projetos mais pessoais?

Tudo isso foi acontecendo enquanto tomo mais conta de mim; passei a monitorar melhor meu tempo, cuidar das minhas rotinas básicas, estudar e dar aulas regularmente. Criei uma página no meu BuJo para registrar quando meditei, orei, corri, estudei, pratiquei piano e o quando trabalhei em coisas importantes e profundas:

O que o leitor acha desses novos projetos? E que tipo de texto o leitor quer ver aqui?