Categorias
Notas do autor

Anunciando meu canal no YouTube

Eu costumo correr escutando podcasts, geralmente o Deep Questions do Cal Newport. Em um dos episódios que escutei recentemente, ele fala de como teve de aprender com criticismo que inevitavelmente vem com um trabalho público (e não quero dizer governamental aqui). Se você quer divulgar suas ideias amplamente, o autor adverte, você precisa estar preparado para lidar com uma legião crescente de haters. Para alguém que já teve que lidar com depressão ativada principalmente por confronto com outros e criticismo, esse assunto é muito importante para mim, e assim parece absurdo o título desse post.

Sim, deixando o meu lado fã de Austin Kleon falar mais alto, eu finalmente criei um canal do YouTube para divulgar o meu trabalho como professor, pesquisador e nerd em geral.

Por que isso? Como eu gosto de listas de três itens, aqui vão 3 parágrafos super informativos:

Primeiro, eu quero treinar minhas habilidades de produzir e publicar conteúdo em vídeos, uma habilidade que sempre é útil para tornar qualquer tipo de comunicação mais atraente. No período de recesso entre semestres, eu até investi em um curso de Screenflow. Mas não se enganem: nessa altura do campeonato, a edição dos vídeos é bem básica.

Segundo, quero divulgar o meu trabalho de professor, tentar construir uma audiência, e levar um pouco de conhecimento de Engenharia Mecânica a todos.

Terceiro, e bastante conectado com os outros, quero melhorar como “apresentador de ideias”. Colocar video-aulas no canal me força a pensar na qualidade e forma de apresentação, bem como me ajuda a coletar feedback de pessoas de fora do meu curso.

O foco inicial é em colocar vídeos didáticos, mas o YouTube não é um Ambiente Virtual de Aprendizagem, e sim um site de hospedagem de vídeos. O meu trabalho real como professor envolve mais que isso: contato com estudantes, espaço para dúvidas, avaliações, exercícios, textos; isso continua sendo feito nas plataformas institucionais da universidade onde leciono. E, não custa dizer, eu tenho autorização do meu chefe para publicar esses vídeos.

Enfim, fica aqui o pedido padrão: compartilhem, e se inscrevam no canal.