Categorias
Artigos

Estudando para concursos de professor com iA Writer

Como parte do meu ano de Ler e Escrever, eu ando escrevendo muito. Estou em preparação contínua para concursos de professor efetivo que devem ocorrer esse ano e, para quem não conhece as regras do jogo, concursos deste tipo envolvem diversas etapas, começando por uma prova escrita, onde dois pontos são sorteados e os candidatos devem escrever duas dissertações sobre os temas. Marco Mello obviamente dá uma boa visão geral de como funciona.

No último concurso que prestei, eu não passei na prova escrita, e acho que minha principal falha foi ter escrito textos genéricos demais, sem personalidade nenhuma. Para a próxima tentativa, eu estou decidido a escrever textos mais pessoais; um colega que já passou em um concurso deu a dica de ouro de escrever o seu livro-texto. Os meus livros-texto favoritos são aqueles que deixam passar claramente a voz do autor, como os livros do Frank White de Mecânica dos Fluidos ou de Termodinâmica do Adrian Bejan. Essa dica também é dada por (de novo) Marco Mello.

Para escrever coisas assim, eu preciso treinar. Assim, também em relação a concursos passados, eu não tenho apenas tomado notas, mas tenho escrito redações de treino. Essas não são necessariamente uma redação a decorar e depois reescrever de cabeça na hora da prova, mas uma maneira de já conhecer pelo menos uma maneira de contar uma história sobre o tema.

O app de notas que uso é Obsidian, que trabalha com uma pasta de arquivos no meu computador. Para poder usar os apps de iOS e iPadOS, minha pasta notes está no iCloud Drive. Eu tenho uma nota com uma lista dos tópicos conforme divulgado nos editais.

Os itens marcados acima são links para outras notas, onde eu já escrevi um rascunho sobre o tema. Mas como uma nota = um arquivo de texto em Markdown, e não um registro em um banco de dados, eu posso simplesmente abrir cada nota em outro editor. Neste ano, eu finalmente investi no iA Writer.

Na biblioteca do iA Writer, eu adicionei algumas subpastas da minha pasta principal de notas, onde estão os ensaios que estou escrevendo para praticar:

Por que pagar tanto e se importar tanto com um app? Porque ele facilita o foco; quando estou escrevendo livremente, eu vejo apenas o parágrafo que estou escrevendo:

Se eu fosse mais nerd do que já sou, eu poderia usar o recurso de análise sintática do app, que ressalta cada tipo de palavra (verbo, advérbio, adjetivos); se eu seguisse as ideias de Stephen King, eu então riscaria todos os advérbios, que geralmente não contribuem nada para a escrita:

Outro recurso essencial, para quem quer escrever textos de Engenharia, é poder formatar equações:

Eu tenho curtido muito o processo de escrever usando iA Writer, e recomendo fortemente a quem precisa ou quer treinar a habilidade de escrever.

Por Fábio Fortkamp

Pai do João Pedro, Marido da Maria Elisa, Professor do Departamento de Engenharia Mecânica da Universidade do Estado de Santa Catarina, católico devoto, nerd

Uma resposta em “Estudando para concursos de professor com iA Writer”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.