Categorias
Artigos

O poder de ser viciado em produtividade e organização

Um pequeno exemplo da vida real: meu pai está coordenando a pintura do meu antigo apartamento. Ele me manda uma mensagem perguntando a cor da tinta da porta.

Eu não lembro, mas meu sistema lembra.

O que eu preciso de fato lembrar é que essa informação está no Evernote. Então eu abro o app e procuro apenas por “tin”:

“Tinta pintura portas” parece ser a nota certa. E abrindo:

Sim, as portas eram verdes

Em 5 minutos o assunto estava resolvido. São momentos assim que minha mania de sempre ler sobre apps e métodos de produtividade parece que vale a pena.

Por Fábio Fortkamp

Pai do João Pedro, Marido da Maria Elisa, Professor do Departamento de Engenharia Mecânica da Universidade do Estado de Santa Catarina, católico devoto, nerd

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.