Motivado pelo excelente Digital Minimalism, de Cal Newport, no mês de março de 2019 eu estou dando um tempo de todas as tecnologias opcionais:

  • Instagram
  • Twitter
  • Grupos de WhatsApp (com exceção dos absolutamente essenciais: minha família mais próxima e os guias das Oficinas de Oração e Vida)
  • Podcasts
  • YouTube
  • Sites de notícias
  • Blogs
  • Jogos
  • Streaming (quando estou sozinho)

O que quero com isso? Redescobrir o valor dessas coisas. Como vai ser minha vida se eu parar de conferir como foi o final de semana dos meus amigos através dos stories, e começar a perguntar cara a cara, como fazíamos nos tempos de escola? Se eu não deixar de trabalhar para ver qual meme ou piada sem graça foi enviada para mim? Se eu dedicar menos atenção ao governo Bolsonaro e à Venezuela e mais aos livros? Se eu ocupar menos minha cabeça com outras pessoas falando nela e dar mais vazão às minhas ideias? Se, por não ter acesso aos meus tios falando do meu avô, eu me forçar a ir visitá-lo mais vezes?

Parece louco?

Anúncios

3 comentários em “Um mês de desintoxicação digital

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.